Trabalhe para Mim!

“Estavam juntos Simão Pedro, e Tomé, chamado Dídimo, e Natanael, que era de Caná da Galileia, os filhos de Zebedeu, e outros dois dos seus discípulos. Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Dizem-lhe eles: Também nós vamos contigo. Foram, e subiram logo para o barco, e naquela noite nada apanharam. E ele lhes disse: Lançai a rede para a banda direita do barco, e achareis. Lançaram-na pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes. Logo que desceram para terra, viram ali brasas, e um peixe posto em cima, e pão. Chegou pois Jesus, e tomou o pão, e deu-lho, e, semelhantemente o peixe. E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros.” (Jo 21.2-15).

Jesus mandou os discípulos irem para a Galileia e eles ficam ali, esperando. Talvez Jesus tenha demorado, e como eles não estavam mais trabalhando como pescadores, a comida acabou. Pedro, impaciente, disse: vou providenciar comida!

É difícil esperar por Deus, quando achamos que podemos resolver as coisas com nossas próprias forças. Às vezes a aparente demora divina parece ser descaso conosco (Ele não sabe do que precisamos?) ou abandono (Ele ainda virá, ou esqueceu de nós?).

Porém, o esforço de Pedro e de seus companheiros é inútil. Ele descobre na prática o que já devia saber: sem Jesus não há verdadeiro sucesso na vida do homem, e com Jesus o mais fracassado dos homens torna-se um grande sucesso.
Jesus aparece, abençoa o trabalho deles (a pescaria), fornece peixe e pão (que não veio do trabalho dos discípulos), e convida-os para comer. Cristo mostra sua providência e pergunta: Pedro, tu me amas? Cuide do meu rebanho (e deixe que eu cuido de você). Se Jesus havia chamado Pedro e os outros apóstolos para trabalhar para Ele, o Seu cuidado os acompanharia. Ele deveria trabalhar para o Mestre, pois o Mestre trabalhava para suprir as suas necessidades.

O Senhor nos dá a cada dia a Sua graça, suprindo as nossas necessidades, abençoando o nosso trabalho e nos comissionando para sermos seus representantes aqui nesta terra. Podemos confiar na providência e na graça de Deus, inclusive para nos dar sucesso na obra que fazemos para Ele.

Pr. Kleber Maia

Category:

Artigos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*