O Olhar de Amor

“E, virando-se o SENHOR, olhou para Pedro, e Pedro lembrou-se da palavra do SENHOR, como lhe havia dito: Antes que o galo cante hoje, me negarás três vezes. E, saindo Pedro para fora, chorou amargamente.” (Lc 22.61,62).
Jesus é traído e preso no Getsêmane. Ele é levado à casa do sumo-sacerdote. Pedro Segue-o de longe e vai sentar-se junto ao fogo, com algumas pessoas. Um deles era parente de Malco, de quem ele cortou a orelha. Uma mulher diz: Este estava com Jesus. Pedro nega. Um homem diz: Você era um deles, é Galileu. Pedro nega também. Um outro diz: Você é discípulo dele. Pedro nega novamente. Então, o galo canta.

Todos nós sabemos a história. Entretanto uma frase nos chama a atenção: “E, virando-se o Senhor, olhou para Pedro”. Aquele olhar foi diferente. Quebrou Pedro, que saiu e chorou amargamente.

Pedro era um homem decidido, corajoso, determinado. Seguiu a Jesus, mesmo quando Ele foi preso. Podia ter fugido, mas não o fez. Ele podia ser descoberto, preso como cúmplice, mas foi mesmo assim. Até aqui, tudo bem. Entretanto, Pedro nega a Jesus três vezes, diante de estranhos.

Aquele olhar de Jesus foi um olhar intenso, que Pedro não pôde evitar, pois ele revelou o verdadeiro Pedro. Pedro entendeu errado, o plano de Jesus: vencer através da perda; obter sucesso através do fracasso; trazer vida através da morte. Ele queria que Jesus fizesse as coisas do seu jeito, mas o olhar de Jesus acabou com a falsa imagem de Pedro. Sua coragem, iniciativa e devoção não faziam sentido se Cristo não morresse por ele. Jesus não precisa dele, mas ele precisa de Jesus. O Mestre não ratifica nossa auto-imagem, nossas aspirações, nem as opiniões a nosso respeito, mas mostra que somos pecadores, que necessitamos de transformação.

Temos que seguir o caminho de Jesus, não o nosso. Precisamos entregar tudo o que somos a Cristo, para que a Sua graça nos refaça. Até a disposição de morrer por Jesus teve que ser entregue a Ele.

Um olhar pode mostrar muitas emoções: raiva, decepção, tristeza ou irritação. O que o olhar de Jesus mostrou a Pedro? Certamente, assim como fez com o jovem rico, o olhar de Cristo mostrou seu amor por Pedro. O Mestre havia dito que rogaria por Pedro para que ele não desfalecesse. De fato, o Senhor não queria que a fé de Pedro fracassasse. Quando ela estava por um fio, Jesus olha para ele. Este olhar expressava raiva, como se dissesse: “Eu avisei”? Não. Com decepção, como dizendo: “Logo você?”. Não! Com sentimento de vingança, como a dizer: “Eu te pego depois”? Não! Jesus olhou para Pedro com olhar de amor e graça.

Mesmo quando falhamos e erramos, Ele olha para nós com amor. O olhar do Senhor está sobre nós, a cada momento da nossa vida. Nenhuma palavra foi trocada, mas Seu olhar falou tudo para Pedro. Mesmo enfrentando o sofrimento, Cristo ama a Pedro. Aliás, enfrentar o sofrimento foi a maior demonstração de amor pelos homens.

Quão maravilhosa é a graça divina, expressa no olhar e no amor de Cristo, por Pedro e por nós.

Pr. Kleber Maia

Category:

Artigos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*