O Encontro com Jesus muda o Foco no Trabalho

“E Jesus, andando junto ao mar da Galileia, viu a dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, os quais lançavam as redes ao mar, porque eram pescadores; E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Então eles, deixando logo as redes, seguiram-no.” (Mt 4.18-20).

Ao encontrar-se com o Mestre, os discípulos tiveram o foco do seu trabalho alterado. Antes, trabalhavam para si mesmos; agora trabalhavam para o Senhor. Não há problema em trabalhar para suprir as necessidades próprias e dos que dependem de nós, aliás, é isto que o apóstolo Paulo recomenda aos crentes em Tessalônica. Porém, trabalhando apenas pela subsistência, o homem não encontra um sentido maior para o seu trabalho – trabalha pelo mesmo motivo pelo que trabalham os animais. Trabalhando para Jesus o homem encontra o sentido máximo do seu trabalho, pois trabalha para aquilo para o que foi criado: agradar a Deus.

Antes, os discípulos trabalhavam para manter a sua própria vida; agora trabalhavam para dar vida a outros. São cooperadores de Deus em levar uma nova vida, pelo evangelho. Antes, os seres que eles alcançavam, os peixes, estavam vivos e viravam mortos ao serem alcançados; agora, os seres que eles alcançam, os homens, estão mortos e ganham vida, e vida abundante, pela fé que eles pregam.

Qualquer que seja a nossa profissão, o Mestre nos chama para trabalhar para Ele, alcançando seres que estão mortos, para comunicar-lhes a vida que vem do alto. Podemos continuar exercendo a mesma profissão (ou talvez o Senhor nos chame para um ministério dedicado), mas devemos mudar o foco do nosso trabalho, sendo operários do reino de Deus.
É o Senhor quem nos chama e nos capacita para trabalharmos assim, por Sua graça. Mude a sua motivação laboral, dependa da graça divina e alcance vidas no seu local de trabalho.

Pr. Kleber Maia

Category:

Artigos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*