Mais Tem o SENHOR Que Te Dar do Que Isso

“E Amazias ajuntou a Judá e o pôs segundo as casas dos pais, por chefes de milhares e por chefes de centenas, por todo o Judá e Benjamim; e os numerou de vinte anos e daí para cima e achou deles trezentos mil escolhidos que saíam ao exército e levavam lança e escudo. Também de Israel tomou a soldo cem mil varões valentes, por cem talentos de prata. Porém um homem de Deus veio a ele, dizendo: Ó rei, não deixes ir contigo o exército de Israel, porque o SENHOR não é com Israel, a saber, com os filhos de Efraim. Se porém, fores, fá-lo, esforça-te para a peleja; Deus te fará cair diante do inimigo, porque força há em Deus para ajudar e para fazer cair. E disse Amazias ao homem de Deus: Que se fará, pois, dos cem talentos de prata que dei às tropas de Israel? E disse o homem de Deus: Mais tem o SENHOR que te dar do que isso” (2 Cr 25.5-9).

O rei Amazias foi o 11º rei de Judá, e fez o que agradava a Deus, mas não inteiramente. A sua primeira ação, após consolidar o reino, foi matar os assassinos de seu pai. Em seguida, ele fez um censo para conhecer o seu exército e, para ampliar o seu poder de ataque, contratou cem mil soldados mercenários de Israel, o reino do Norte, ao custo de cem talentos de prata (mais de 3 toneladas do metal), uma verdadeira fortuna!

Depois de feito o negócio, entretanto, um homem de Deus disse a Amazias que não levasse à guerra os homens de Israel, pois isso faria com que Judá não tivesse êxito no campo de batalha, pois o Senhor não estava com Israel – esta guerra se deu no Vale do Sal, contra os edomitas.

O rei, preocupado com a perda material, pergunta: “E quanto ao dinheiro gasto para contratar os mercenários?”, ao que responde o profeta: “Mais tem o Senhor que te dar do que isto”.

O rei deveria ter confiado em Deus, e não no exército de que dispunha. Em vez de buscar ao Senhor, gastou recursos preciosos para contratar mercenários – um exército sem compromisso e sem honra. Quando ele se desfez dos mercenários, Deus lhe deu vitória, mesmo com um exército menor.

A bênção de Deus é muito mais do que dinheiro. Com Deus podemos alcançar o que a riqueza não pode comprar. Com a fé em Deus podemos conseguir muito mais do que com uma conta bancária polpuda ou com muitos bens. O apóstolo Paulo recomenda a seu filho na fé, Timóteo: “Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos”. As riquezas passam rapidamente, mas Deus está conosco todos os dias. Os que são ricos hoje, amanhã poderão ser miseráveis, mas o que não se aparta de Deus sempre será vitorioso.

Se precisarmos perder alguma vantagem financeira ou algum bem material para obedecer a Deus, para agradar-lhe, ganharemos muito mais. Perder para agradar a Deus é ganhar, e ganhar para desobedece-lo, é perder.

Louvamos a Deus por Sua graça, nosso mais precioso bem. Confiando nele alcançaremos muito mais, pois muito mais tem Ele para nos dar.

Pr. Kleber Maia

Category:

Artigos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*